:: Pesquisar ::




:: Inquéritos ::
O que acha do novo website da ARE?

 


Entrada
ARE promove reflexão para definição do Plano Estratégico - 2017-2019
02-Nov-2016

A ARE realizou uma reflexão conjunta de todo o seu corpo dirigente (Retiro 2016) com o objectivo geral de promover uma reflexão consensualizada sobre as questões fundamentais para o desenvolvimento, a eficácia e a eficiência da ARE e alinhá-las com um novo Plano Estratégico.
Os objectivos específicos deste Encontro foram os seguintes:
• Identificar os constrangimentos que se opõem ao bom desempenho da instituição e propor soluções para sua eliminação;
Identificar os mecanismos de melhoria da comunicação, partilha de informação e conhecimentos entre as várias unidades da instituição;
Partilhar as grandes linhas de orientações estratégicas para os próximos 3 anos;
Definir um Plano de Actividades para o ano 2017.

Todo o trabalho de partilha e consensualização foi projectado, para o futuro, com base nos seguintes questionamentos sobre os Vetores Estratégicos identificados previamente: 
1. Como garantir que o processo de regulação económica reflete as melhores práticas internacionais;
2. Como assegurar a contínua credibilidade e qualidade regulatória;
3. Como aumentar as competências e a eficiência da Agência. 

1. Causas profundas dos desafios atuais da ARE

Para a ARE, à necessidade de um modelo de gestão alinhado com os objectivos estratégicos, se associam um défice de gestão de conhecimento, qualidade, governança regulatória, comunicação e TIC's que urge orientar e ultrapassar, estrategicamente, através de um plano.
sem_ttuloy.jpg


















2. Resumo do plano de intervenção

Nestes termos ficou consensualizado, com o Retiro dos dias 27 a 29 de Outubro de 2016, um Plano Estratégico cujos parâmetros de intervenção se alinham com os Objectivos Estratégicos definidos, quais sejam:

    
sem_ttulox.jpg



































3. Metas-chave a alcançar

O Plano integra metas orientadas para a melhoria contínua de desempenho na área de regulação, com o respaldo das áreas de suporte (Comunicação, TIC's, Recursos, Planeamento e Qualidade).

4. Como organizar para alcançar os Resultados (e.g., organização, dados e rotinas)

Observando o organigrama da Instituição, a ARE perspetivou organizar-se em equipas de trabalho sintonizadas com os objectivos fixados, estabelecendo acções, indicadores, metas e prazos, sustentando o cumprimento do plano num sistema de seguimento/monitoramento assente, entre outros mecanismos, em rotinas regulares de trabalho.

5. A estratégia de comunicação

A estratégia de comunicação orientar-se-á pelos princípios e regras estabelecidos no Plano de Comunicação que, por sua vez, deverá estar alinhado com os vectores estratégicos da Instituição. Por outro lado, será dado especial enfoque à melhoria da imagem corporativa da ARE.

Nestes termos, a ARE fixa como princípios orientadores: 

"Objectividade, inovação, confiança e determinação, com o engajamento de todos para uma regulação independente, de qualidade e excelência."


livio_lopes_pg.jpg



 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
© ARE - Desenvolvido por Prime Consulting