:: Pesquisar ::




:: Inquéritos ::
O que acha do novo website da ARE?

 


Entrada seta Notícias seta ARE fixa novos preços máximos dos combustíveis
ARE fixa novos preços máximos dos combustíveis
31-Out-2017
bom_comb.150.jpg









A Agência de Regulação Económica fixa novos preços máximos dos combustíveis, a vigorarem a partir das 00 horas do dia 1 de novembro de 2017, ao abrigo do disposto no artigo 11º do Decreto-Lei n.º 27/2003 de 25 de Agosto, que aprova os Estatutos da ARE, e no Decreto-Lei n.º 19/2009 de 22 de julho, que define os princípios orientadores e a fórmula de cálculo dos preços máximos de venda ao consumidor final.

O preço da Gasolina passou a ser vendido 115$70 ECV/L; o Gasóleo Normal a 91$70 ECV/L; o Gasóleo Electricidade, 76$50 ECV/L; o Gasóleo Marinho, 64$50 ECV/L; o Petróleo, 78$40 ECV/L, o Fuel 380, 50$90 ECV/L, e o Fuel 180, 59$90 ECV/L. O Butano passou a ser vendido a granel por 131$70 ECV/kg, sendo que as garrafas de 3 Kg passaram a custar 375$00; as de 6kg, 790$00; as de 12,5 kg, 1.647$00 e as de 55 kg, 7.246$00 (Tabela, em anexo).

De acordo com os dados publicados no Platts European Market Scan e LPGasWire, os preços de combustíveis nos mercados internacionais, cotados em USD/ton, evidenciaram uma evolução moderada durante o mês de outubro, com excepção do preço da gasolina, que registou uma ligeira diminuição.

A evolução dos preços de produtos petrolíferos no mercado internacional, aliada à depreciação do euro face ao dólar americano, determinaram os aumentos moderados dos preços de combustíveis no mercado nacional, com exceção da Gasolina. Assim, os preços do Gasóleo Normal, Gasóleo Electricidade e o Gasóleo Marinha aumentaram 0,77%, 0,92% e 0,94%, respetivamente, do Fuel 380 e Fuel 180 3,04% e 2,39%, respetivamente, do Butano 1,39% e do Petróleo 1,29%. A Gasolina registou uma ligeira redução de preço de 0,60%.

De referir que os aumentos verificados nas cotações de referência dos produtos petrolíferos nos mercados internacionais, durante o mês de outubro resultaram da queda dos estoques dos produtos petrolíferos norte-americanos, combinada com a crescente redução da produção do Petróleo por parte da OPEP. No entanto, as cotações médias da Gasolina e do Gasóleo beneficiaram do comunicado feito pela OPEP, no início do mês, de que alguns países não estariam a cumprir o acordo de corte da produção do petróleo em 30%. 

Os novos valores do parâmetro CP (custo de aquisição do produto) e os correspondentes preços máximos de venda ao consumidor final dos combustíveis regulados passam a vigorar de 1 a 30 de novembro de 2017.


ANEXO

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
© ARE - Desenvolvido por Prime Consulting