:: Pesquisar ::




:: Inquéritos ::
O que acha do novo website da ARE?

 


Entrada seta news seta ARE atualiza preços máximos dos combustíveis
ARE atualiza preços máximos dos combustíveis
30-Nov-2017
combustveis400pi2.jpg



























A Agência de Regulação Económica estabelece novos preços máximos dos combustíveis, a vigorarem a partir das 00 horas do dia 1 de dezembro de 2017, ao abrigo do disposto no artigo 11º do Decreto-Lei n.º 27/2003 de 25 de Agosto, que aprova os Estatutos da ARE, e no Decreto-Lei n.º 19/2009 de 22 de Julho, que define os princípios orientadores e a fórmula de cálculo dos preços máximos de venda ao consumidor final.

O preço da Gasolina passou a ser vendido 118$90 ECV/L; o Gasóleo Normal a 94$90 ECV/L; o Gasóleo para Electricidade, 79$70 ECV/L; o Gasóleo para Marinha, 67$30 ECV/L; o Petróleo, 82$10 ECV/L, o Fuel 380, 53$70 ECV/L, e o Fuel 180, 62$80 ECV/L. O Butano passou a ser vendido a granel por 134$00 ECV/kg, sendo que as garrafas de 3 Kg passaram a custar 382$00; as de 6kg, 804$00; as de 12,5 kg, 1.675$00 e as de 55 kg, 7.369$00 (Tabela, em anexo).

De acordo com os dados publicados no Platts European Market Scan e LPGasWire, os preços de combustíveis nos mercados internacionais, cotados em USD/ton, evidenciaram uma evolução generalizada durante o mês de novembro. Assim, no mercado nacional, os preços do Gasóleo Normal, Gasóleo Eletricidade e Gasóleo Marinha aumentaram 3,49%, 4,18% e 4,34%, respetivamente, do Fuel 380 e Fuel 180, 5,50% e 4,84%, respetivamente, da Gasolina, 2,77%, e do Petróleo, 4,72%. O preço do Butano registou um aumento menos acentuado de 1,75%.

A cotação do último dia (útil) do mês de novembro do câmbio EUR/USD, tendo como referência o site da BLOOMBERG  (14h no horário de Frankfurt), evidenciou uma apreciação do euro face ao dólar americano (1,81%), o que mitigou o impacto da evolução dos preços internacionais de combustíveis no mercado interno, dado que a matéria-prima é negociada em dólares.

A evolução verificada nas cotações de referência dos produtos petrolíferos nos mercados internacionais, durante o mês de novembro, foi impulsionada pelo aumento das tensões geopolíticas no Médio Oriente, principalmente na Arábia Saudita, alertando para possíveis interrupções da produção de crude na região, assim como pelas notícias veiculadas sobre possível extensão do acordo de cortes de produção da OPEP na reunião de 30 de Novembro, em Viena.

Os novos valores do parâmetro CP (custo de aquisição do produto) e os correspondentes preços máximos de venda ao consumidor final dos combustíveis regulados passam a vigorar de 01 a 31 de dezembro de 2017.


ANEXO

 
Artigo seguinte >
© ARE - Desenvolvido por Prime Consulting