:: Pesquisar ::




:: Inquéritos ::
O que acha do novo website da ARE?

 


Entrada seta news seta Actualização dos preços máximos de combustíveis – janeiro /2019
Actualização dos preços máximos de combustíveis – janeiro /2019
31-Dez-2018
A Agência Reguladora Multissectorial da Economia fixa os novos preços máximos dos combustíveis, a vigorarem a partir das 00 horas do dia 1 de janeiro de 2019, ao abrigo do disposto na legislação em vigor e no Decreto-Lei n.º 19/2009 de 22 de Julho, que define os princípios orientadores e a fórmula de cálculo dos preços máximos de venda ao consumidor final.

Conforme a nova tabela, em anexo, a Gasolina passa a ser vendida a 108,50 ECV/L; o Gasóleo Normal, a 95,80 ECV/L; o Gasóleo para Electricidade, a 80,60 ECV/L; o Gasóleo Marinha, a 68,10 ECV/L; o Petróleo, a 82,40 ECV/L, o Fuelóleo 380, a 56,90 ECV/L, e o Fuelóleo 180, a 62,30 ECV/L. O Butano passa a ser vendido a granel por 118,40 ECV/kg, sendo que as garrafas de 3 Kg passaram a custar 337,00 ECV; as de 6kg, 710,00 ECV; as de 12,5 kg, 1.480,00 ECV e as de 55 kg, 6511,00 ECV.

De acordo com os dados publicados no Platts European Marketscan e LPGasWire, os preços médios dos combustíveis nos mercados internacionais, cotados em USD/ton, mantiveram a tendência de baixa durante o mês de dezembro, relativamente ao mês de novembro. Assim, no mercado interno, os preços do Gasóleo Normal, Gasóleo Eletricidade e Gasóleo Marinha diminuíram 8,67%, 10,14% e 10,39%, respetivamente, do Fuelóleo 180 e Fuelóleo 380 13,13% e 12,38%, respetivamente, da Gasolina 7,42% e do Petróleo 8,85% e do Butano de 4,75%.

A cotação do último dia (útil) do mês de dezembro do câmbio EUR/USD, tendo como referência BLOOMBERG  (14h no horário de Frankfurt), evidenciou uma ligeira apreciação do euro face ao dólar dos Estados Unidos, em 0,77% (1,1454), comparado ao câmbio do último dia do mês de novembro, contribuindo positivamente nas descidas dos preços dos combustíveis no mercado interno, tendo em conta que a matéria-prima é negociada em dólares.

O mês de dezembro ficou marcada por uma tendência média de descida das cotações do petróleo, num mês em que a chamada guerra aduaneira entre os EUA e a China em muito contribuiu para os níveis de incerteza e cautela dos mercados em relação à evolução de indicadores nomeadamente do crescimento económico. Para além disso, os mercados reagiram com desconfiança aos efeitos práticos da decisão da OPEP de cortar a produção em 1,2 milhões de barris diários e da capacidade de reequilibrar o mercado da atual situação de excesso de oferta de crude.

O contexto macroeconómico mundial pessimista baseado em previsões de diminuições dos níveis de crescimento económico levou a um maior receio por parte dos investidores e arrastou os principais mercados de matérias-primas, como o crude, para fortes quedas. Deste modo, a evolução dos preços de produtos petrolíferos no mercado internacional, aliada à apreciação do euro face ao dólar americano, determinaram os preços de combustíveis no mercado nacional.

Os novos valores do parâmetro CP (custo de aquisição do produto) e os correspondentes preços máximos de venda ao consumidor final dos combustíveis regulados passam a vigorar de 01 a 31 de janeiro de 2019.


Nova tabela de preços - Janeiro 2019

GCI-ARME
 
Artigo seguinte >
© ARE - Desenvolvido por Prime Consulting